× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Território Inimigo
Literatura, História, Museologia e Numismática. Sítio de Goulart Gomes, o criador do Poetrix.
Meu Diário
07/02/2008 07h31
LEITURAS DURANTE O CARNAVAL

Aproveitei o período momesco para concluir a leitura de alguns livros. O primeiro deles foi “abandonado”: A QUEDA DA BALIVERNA, de Dino Buzzati. Famoso por seu excelente O DESERTO DOS TÁRTAROS, Buzzati reuniu uma série de contos curtos nesse livro, que tem a uma proposta estilística clara: a maioria dos fatos narrados não conduzem necessariamente a uma conclusão. São uma sucessão de acontecimentos, inusitados ou não, que não raro provocam uma sensação de “frustração” no leitor. Parei na página 60.


Reli o livro de poetrix LUA CAOLHA, de Marilda Confortin, o qual tive o prazer de prefaciar. Marilda é uma das experts nessa linguagem poética proposta por mim, ela tem um talento especial para brincar com as palavras, explorando a sua riqueza semântica. Um dos melhores livros de poetrix já publicados.


A PÍLULA VERMELHA, organizado por Glenn Yeffeth, reúne uma série de ensaios sobre o filme MATRIX, com especialistas das áreas de ciência, filosofia e religião. Demorei muito a ler esse livro, porque não queria ser influenciado quando estava escrevendo o meu MATRIX REVELATIONS. Estava certo. A riqueza de informações e de visões dos autores é imensa! Aprendi muito mais sobre essa minha “mania”. Destaque especial para três ensaios: em BUDISMO, MITOLOGIA E MATRIX, James L. Ford escreveu um texto muito abrangente sobre o Budismo, desde as suas origens, passando pelas diversas escolas e principais conceitos, até correlacioná-lo com o filme. Já Ray Kurzweil consegue nos assustar em A FUSÃO HOMEM-MÁQUINA: ESTAMOS NO RUMO DA MATRIX?, quando discorre sobre as possibilidades que se anunciam com o desenvolvimento da biogenética, da nanotecnologia e da robótica. E, finalmente, Bill Joy faz uma extremamente lúcida reflexão sobre o futuro em POR QUE O FUTURO NÃO PRECISA DE NÓS. O livro é tão bom que provocou um redirecionamento na elaboração do meu próximo livro sobre o assunto, que tem o título provisório MATRIX REVISITADA, no qual me restringirei apenas aos aspectos espiritualistas da série.


O último e não menos surpreendente foi LEGIÃO, UM OLHAR SOBRE O REINO DAS SOMBRAS, do espírito Ângelo Inácio, psicografado pelo médium Robson Pinheiro, na minha opinião o melhor médium espírita da nova geração.


Observo que não se trata de uma obra de ficção, mas da Doutrina Kardecista, a qual professo, portanto, muito do aqui é dito trata-se de uma QUESTÃO DE FÉ. Robson ganhou destaque no panorama nacional com o livro FAZ PARTE DO MEU SHOW, ditado pelo mesmo espírito, que apresenta a realidade de algumas personagens da cena cultural brasileira, após desencarnados, no mundo espiritual, uma obra que já vendeu mais de 20.000 exemplares. Desde então, através da sua mediunidade, Ângelo Inácio, Alex Zarthú, Joseph Gleber e Pai João da Aruanda têm escrito obras que trazem uma abordagem contemporânea do kardecismo e da sua relação com outras linhas espiritualistas, principalmente a umbanda, dando uma maior amplitude a estudiosos e pesquisadores desse ramo de conhecimento. Em LEGIÃO, Ângelo se apresenta como um repórter-neófito – a exemplo de André Luiz – que, acompanhado por mentores de maior sabedoria e experiência, penetra no “submundo” espiritual. Não é um livro recomendado para aqueles que não possuem uma boa base espiritualista. As informações sobre a “hierarquia das trevas” pode incomodar ou assustar os menos avisados.  Sob o comando dos Dragões, uma legião de espectros, magos, cientistas malévolos e feiticeiros se articulam para impedir a evolução do Planeta Terra, usando técnicas e táticas que vão desde o  sequestro de duplos etéricos e de psicossomas de encarnados, passando pela influência sobre grandes líderes políticos até chegar à arquitetura de grandes desastres mundiais, como o ataque às Torres Gêmeas e os maremotos Tsunami. Considerando os três caminhos do Conhecimento – experimentação (Ciência), experienciação (Filosofia) e revelação (Religião) – LEGIÃO (que é apenas o primeiro volume, com 500 páginas, de uma trilogia) com certeza é um divisor de águas entre o que acreditamos saber e a realidade do Plano Astral. Que Robson continue sendo amparado e iluminado pela Espiritualidade Superior, no cumprimento da sua missão, podendo transmitir-nos essas informações tão relevantes ao nosso desenvolvimento pessoal e ao de todo o orbe.

Publicado por Goulart Gomes
em 07/02/2008 às 07h31