× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Território Inimigo
Literatura, História, Museologia e Numismática. Sítio de Goulart Gomes, o criador do Poetrix.
Meu Diário
20/08/2008 16h02
Morta, como?

A Bienal do Livro de São Paulo é um grande encontro de editoras, livreiros, escritores e leitores, em torno do seu objeto de desejo, seja para venda ou para compra. Excelentes palestras, bons lançamentos e preços pouco atrativos.


 


Estive lá, no último fim-de-semana, para o lançamento da antologia internacional FRAGMENTOS VISÍVEIS, organizada por Rosane Zanini, da qual tenho o prazer de participar, ao lado de outros 23 escritores, de sete países. Infelizmente não comprei tantos livros quanto gostaria. Preços de tabela, com pequenos descontos, que não chegam a apresentar propostas melhores que as encontradas nas livrarias virtuais na Internet. Precisei “garimpar” muito para comprar 15 livros.


 


Em meu retorno à Bahia, lendo a revista TAM NAS NUVENS, durante o vôo, deparo-me com uma entrevista com a cantora Maria Rita, em que ela declara que “o português é praticamente uma língua morta, falada em poucos países”. Acho que ela não sabe que A Última Flor do Lácio é o sétimo idioma do mundo, falado por cerca de 250 milhões de pessoas. Tá precisando dar uma passadinha na Bienal...

Publicado por Goulart Gomes
em 20/08/2008 às 16h02
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.