× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Território Inimigo
Literatura, História, Museologia e Numismática. Sítio de Goulart Gomes, o criador do Poetrix.
Meu Diário
16/11/2011 20h00
PALAVRAS QUE LIBERTAM 74: Seja verde no plantar da esperança


Seja verde no plantar da esperança



 



Se a chuva cai e molha o teu jardim, podes te entristecer pela quantidade de água que encharcou a terra, destruindo em parte o teu trabalho cuidadoso de jardineiro. No entanto, podes fazer uma outra leitura desta situação. Que bom que as plantas receberam o alimento e estão agora verdejantes! O solo não está mais ressecado e sofrido pelo calor e pela seca!



Assim é na tua vida espiritual. Tal qual um jardim, tua alma pode ser fecunda, adubada, irrigada ou estar ressentida pela falta do alimento, da alegria, da oração, do bem estar interno, da luz que transforma tudo em vida e verde.



Seja verde no plantar da esperança em teu coração. Permita que o solo do teu coração , às vezes árido, amoleça enternecido pelo Amor. Deixa que o território da tua mente, ressecado pelo medo e pelos traumas, se suavize com a chuva que limpa tudo ao redor e hidrata os escaninhos da alma.



Permita que a luz deixe seu rastro poderoso nas decisões que tomas, nas atitudes que empreendes, nas palavras que disseminas ao mundo. Se a luz estiver presente, tu também serás presença marcante na Terra, na família, na sociedade.



Leva a verdade e a fé por onde caminhares, como uma bandeira de luta, mas de luta branda e serena, aquela que vai minando e influenciando os corações e as mentes como a água que corre persistente entre as rochas e deixa sulcos graças aos séculos de sua presença valiosa.



Assim como as corredeiras marcam a dureza das rochas, deixa também teus sinais no mundo, sinais de amor, de fé, de verdade e esperança, que a tua vida e a de teus sucessores será verdejante como um lindo jardim irrigado com a chuva, fértil, profícuo e generoso com todos.



 



Luz e paz!



Maria Rosa



(mensagem psicografada pela médium Cristina Barude, Salvador, 20.10.11)


Publicado por Goulart Gomes
em 16/11/2011 às 20h00