× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Território Inimigo
Literatura, História, Museologia e Numismática. Sítio de Goulart Gomes, o criador do Poetrix.
Meu Diário
25/09/2007 21h39
EGDAR LEE MASTERS: A Colina
A COLINA
Edgar Lee Masters (EUA, 1869)

Onde estão Elmer, Herman, Bert, Tom e Charley,
O irresoluto, o de braço forte, o palahço, o ébrio e o guerreiro?
Todos, todos, estão dormindo na colina.

Um morreu de febre,
Um lá se foi queimado numa mina,
O outro assassinaram-no num motim,
O quarto se extinguiu na prisão,
E o derradeiro caiu de uma ponte quanto trabalhava para a esposa e os filhos.

Todos, todos, estão dormindo, dormindo, dormindo na colina.

Onde estão Ella, Kate, Mag, Lizzie e Edith,
A de bom coração, a de alma simples, a alegre, a orgulhosa, a feliz?

Todas, todas estão dormindo na colina.
Ella morreu de parto vergonhoso,
Kate de amor contrariado,
Mag nas mãos de um bruto num bordel,
Lizzie ferida em seu orgulhjo à procura do que quis seu coração,
E Edith, depois de ter vivido nas distantes Londres e Paris,
Foi conduzida a seu pequeno domínio por Ella e Kate e Mag.
Todas, todas estão dormindo, dormindo, dormindo na colina.

Onde estão tio Isaac e tia Emily,
E o velho Towny Kincaid e Sevigne Houghton,
E o Major Walker que conversava
Com os veneráveis homens da revolução?
Todos, todos, estão dormindo na colina.

Trouxeram-lhes filhos mortos na guerra,
E filhas cuja vida tendo sido desfeita,
Os filhos sem pai choravam
Todos, todos estão dormindo, dormindo, dormindo na colina.

Onde está o velho violinista Jones
Que brincou com a vida durante noventa anos,
Desafiando as geadas a peito descoberto,
Bebendo, fazendo arruaças, sem pensar na esponsa, nem na família,
Nem em dinheiro, nem em amor, nem no céu?
Vêde! Fala sobre os cardumes de peixes de antigamente,
Sobre as corridas de cavalo, outrora, em Clary's Grove,
Sobre o que Abe Lincoln disse
Uma vez em Springfiel.

(tradução de Jorge de Lima)
Publicado por Goulart Gomes
em 25/09/2007 às 21h39